sexta-feira, 20 de novembro de 2009

"Um momento Inesquecivel"

Um Momento Inesquecível de Nicholas Sparks
Edição/reimpressão: 2001
Páginas: 160
Editor: Editorial Presença
Colecção: Grandes Narrativas

Sinopse:
"O oceano transformava-se em prata dourada à medida que as cores volúveis se reflectiam nele, as águas encrespando-se e cintilando com a mudança de luz, uma visão gloriosa, quase como no principio do mundo"

Sublime e mágico, o mistério inesperado de haver agora um mundo onde antes era o nada; e o mesmo inesperado mistério do irromper, pujante, do primeiro amor. Eram longínquas as afinidades que os poderiam aproximar.
Ele, o filho de uma família tradicional, a tentar aproveitar ao máximo a liberdade que a pequena cidade de Beaufort, na Carolina do Norte, lhe proporciona antes do ingresso na universidade.
Ela, filha do Pastor, está longe de ser a adolescente típica, anda sempre acompanhada de uma Biblia, e passa os verões no Campo da Igreja.
Mas o amor é clarividente, capaz de ver alianças nas mais gritantes disparidades e, aos dezassete anos, Landon e Jamie apaixonam-se. Um livro tocante, sobre a descoberta da natureza mais profunda da beleza, da alegria e da generosidade, da dor da perda e, sobretudo, da força, transformadora do primeiro amor. Com esta obra, Nicholas Sparks, consegue, uma vez mais, tocar o leitor com o poder sedutor da sua escrita.

Autor:
Nicholas Sparks nasceu em 1965 em Omaha, Nebraska. Cresceu em Fair Oaks na Califórnia e vive actualmente na Carolina do Norte com a família. Considerado o golden boy da ficção comercial americana é um autor consagrado internacionalmente pelo público.

Excertos:
"O amor é paciente, o amor é benigno, não é invejoso; o amor não inconveniente, não procura o seu interesse, não se irrita, não suspeita mal; não se alegra com a injustiça, mas rejubila com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta" Pág. 140

"Jamie levava a Bíblia para todo o lado e, se a sua aparência e Hegbert não afastavam os rapazes, a Bíblia podem ter a certeza que sim. Ora bem, eu gostava tanto da Bíblia como qualquer outro rapaz, mas Jamie parecia gostar dela de um modo que me era completamente estranho. (...)

Para Jamie, tudo estava nos desígnios de Deus. Havia outra coisa. Sempre que alguém falava com ela, qualquer que fosse o assunto, mencionava sempre os desígnios de Deus. O jogo de basebol foi adiado por causa da chuva? Deve ser desígnio de Deus para evitar que algo de mais aconteça. Um teste surpresa de trigonometria a que todos na turma chumbaram? Deve estar no desígnio de Deus para nos proporcionar desafios. Bem, já devem ter ficado com uma ideia."

Opinião:
Este livro fala do amor aparentemente impossivel de um rapaz rebelde (Landon), com gosto pela liberdade e pela diversão, com a filha do pastor, uma rapariga fechada (Jamie), muito religiosa que anda sempre com uma Biblia, a quem o grupo de amigos de Landon e o próprio descreviam como estranha.

A hipótese de romance nasce quando Landon se vê sem par para o Baile da Escola e a convida para ir. Com os preparativos para o Baile começam a falar e a conhecerem-se melhor. Depois do Baile, mais perto do Natal, os alunos da escola fazem uma representação em que Landon e Jamie contracenam, e com os ensaios, o sentimento começa a nascer.

Depois do sucesso da peça de teatro, Landon começa a ir com Jamie aos orfanatos, estar com as crianças, trabalhar como voluntário com ela e estes trabalhos vão-os unindo cada vez mais.

Leiam para descobrir porque é um livro extremamente bom e com um final muito bonito com que ninguém vai contar. Um livro tocante, acolhedor de uma sensibilidade impressionante, só ao alcance dos grandes romancistas.
Este livro ensina-nos uma verdadeira lição de vida... e como é importante reconhecer as pessoas pelo que são e não pelo que têm...

Leitura terminada a 18/11/2009

8 comentários:

  1. Um livro divinal, li num dia´exelente dica espero que todos gostem, foi o primeiro que m ofereceram do autor e gostei, daqueles livros que se agarra desde o primeiro paragrafo e não se larga até saber o final da história, beijinho e exelente blog, vem espreitar o meu ;)

    ResponderEliminar
  2. Olá Marta!

    Eu simplesmente adoro este livro! Um dos meus favoritos!

    Adoro o novo visual do blog!

    Bjinhos*

    ResponderEliminar
  3. Viva!

    Estou pesentemente a ler a "Melodia do Adeus" e, embora não me esteja a decepcionar, confesso não ser do meu agrado o género nem o estilo.

    Em todo o caso é de facto um escritor best-seller e que sabe cativar uma franja importante de leitores(as).

    ResponderEliminar
  4. oi tens dois selinhos lá no meu canto Jokas AMB

    ResponderEliminar
  5. OI!
    EU ASSISTI UM FILME "UM AMOR PARA RECORDAR" PARECE SER A MESMA HISTÓRIA. EU GOSTEI MUITO DO FILME, E ASSIM QUE PUDER VOU LER O LIVRO, POIS DEVE SER BEM MAIS COMPLETO E A HISTÓRIA É REALMENTE COMOVENTE...

    ResponderEliminar
  6. LINDO! Foi o único que li do Nicholas, mas me encantei completamente e pretendo ler outros. Conheci por causa do filme, que já vi várias vezes e sempre choro. É muito bonito também. Não sei qual o nome em Portugal, mas no Brasil é "Um amor para recordar". A trilha sonora é uma beleza à parte, tenho no meu computador e sempre ouço.

    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Passa no meu blogue...tenho um miminho para ti.

    Beijinhos!!!!!

    ResponderEliminar
  8. Li este livro há uns anos e adorei. Quando gosto, entro na história, por isso no final desmanchei-me a chorar.
    Gosto bastante dos livros de Nicholas Sparks, mas tenho um preferido "Corações em Silêncio". Tb reconheço que é preciso um determinado estado de espírito para pegar num livro deste autor.
    Outra coisa curiosa é que este leitor tem fãs entre homens e entre mulheres, o que nem todos conseguem.
    Reconheço que a qualidade literária não é por aí além e as fórmulas das histórias são muito semelhantes, mas a receita resulta em agradáveis momentos de leitura.

    ResponderEliminar