quarta-feira, 6 de maio de 2009

Dicas para ler um livro com eficiência

Mesmo pessoas que habitualmente são vistas com um livro na mão poderão em maior ou menor medida serem consideradas maus leitores.
1. Pesquise a vida do autor: antes de começar a ler um livro, principalmente um clássico, dê ao menos uma olhada em um artigo de enciclopédia sobre a vida do autor. Não precisa ser uma pesquisa longa. Saber a época em que ele nasceu, com quem o sujeito andava, quem eram os seus conterrâneos e contemporâneos já vai ajudar bastante.


2. Pesquise a época em que o livro foi escrito: mesma coisa. Situe-se no tempo.Se você começar a ler um livro sem ter a noção do que se passava historicamente quando ele foi escrito será como se você começasse um voo no escuro. A situação histórica motivou o autor a escrever sua obra de um jeito e não de outro.


3. Saiba onde o autor vive e como: se for um autor contemporâneo, pesquise rapidamente sobre o lugar onde ele vive. Vá ao mapa, coloque o dedo sobre a cidade em que ele nasceu. Acredite. Vai ajudar. Você sabe onde fica Lanzarote, nas Ilhas Canárias? Pois é. É onde José Saramago vive hoje.


4. Leia uma sinopse: essa é controversa. Há quem não recomende. Deixo para que você opte. Mas em alguns casos, esse instrumento pode ajudar a preparar você para o que vai encontrar durante a leitura. Se você for uma pessoa crítica, saberá quando o autor da sinopse tiver se equivocado completamente. Mesmo nesse caso, a sinopse ajudará em seu entendimento.


5. O livro anterior e o livro posterior: o autor teve outras obras? Qual veio antes e qual veio depois. Situar o livro na bibliografia do escritor é outra forma de entender aquilo que se vai ler.


6. Com que outras obras o livro se relaciona: em uma época, mesmo que então não se perceba, os livros dialogam entre si e também com livros de épocas anteriores e posteriores. Descubra mais sobre isso e entender e lembrar o que você leu será muito mais fácil.


7. Enquanto lê, escreva sobre o livro: tudo aquilo para que se dá um uso, ainda que subjectivo e íntimo, tem mais valor. Temos uma tendência a assimilar apenas as coisas a que damos valor. Escrevendo sobre o livro, ainda que apenas um parágrafo, você notará uma sensível diferença. O que ele significou para você? O que se passava em sua vida enquanto você o lia? Esse livro, agora, faz parte de sua própria biografia. Ele é importante. Desde que comecei este blog, lembro com mais facilidade dos livros que li.


8. Anote no livro: essa eu considero a mais importante. Se você não gosta da ideia de escrever nas páginas de um livro, sugiro que compre dois. Um para guardar e outro para anotar.


daqui

8 comentários:

  1. São óptimas dicas, algumas eu já tinha o hábito de fazer, como pesquisar sobre o autor, ler as sinopses, e procurar mais livros do autor... Agora ando a tentar fazer as duas últimas dicas.. também acho que sejam importantes...
    Beijo.

    ResponderEliminar
  2. Marta, os meus parabéns pelo Blog! Além de estar lindo, é um "bébé" que já conquistou muitas leituras e, eu tornei-me mais uma. Penso que a grande paixão da minha vida é a leitura e a escrita. Aliás, essa foi a temática que escolhi para o meu trabalho de seminário do curso. O que eu lamento mesmo é o tipo de vida que tenho hoje em dia, que se resume a um quotidiano mecanizado e que me absorve por completo. Vou estar por aqui! Beijinhos grandes e obrigado

    ResponderEliminar
  3. Oi Marta! Não sei se estou a repetir o comentário porque tenho andado um pouco à nora com a autorização. Adorei o Blog, está lindíssimo e já conquistou muitos adeptos. A temática é apaixonante para mim. A minha grande paixão é a leitura e a escrita e foi esse tema que apresentei como trabalho de seminário do meu curso. Infelismente, lamento o tipo de vida que tenho actualmente, presa a um quotidiano mecanizado que não me deixa usufruir de nada. Não conseguiria viver num mundo onde não existisse uma sequer palavra para ler. Beijinhos e obrigada. Vou andar por aqui!

    ResponderEliminar
  4. Sou leitora compulsiva ... adorava ter quem me tratasse de tudo e deixasse tempo quase só para ler!
    Encontrei hoje este blog e se é de quem gosta de livros, vou voltar.

    ResponderEliminar
  5. Ótimas dicas! Se mais pessoas seguissem, com certeza, diversificariam ainda mais na escolha do gênero literário escolhido. Muitas vezes é pela falta de contexto que deixamos de apreciar um clássico. Obrigada mais uma vez. Estas são idéias merecedoras de ampla divulgação!

    ResponderEliminar
  6. adorei as dicas, parabens pelo blog!!!

    vou aproveitar e deixar uma dica tmb, o livro A ordem é Amém de John Chelh, é muito bom que relata a história de um corretor de imoveis que vira um falso pastor e tem sua vida transformada por Deus, eu adorei espero que gostem...ele esta no site: www.seteseveneditora.com.br

    ResponderEliminar
  7. adorei as dicas, parabens pelo blog!!!

    vou aproveitar e deixar uma dica tmb, o livro A ordem é Amém de John Chelh, é muito bom que relata a história de um corretor de imoveis que vira um falso pastor e tem sua vida transformada por Deus, eu adorei espero que gostem...ele esta no site: www.seteseveneditora.com.br

    ResponderEliminar
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar